Equipamento esportivo

Estes artigos são considerados como bagagem livre permitida. Lembre-se que a soma das três dimensões da bagagem não deve superar os 230 centímetros (90 polegadas) e seu peso não pode ser superior a 23 quilos (50 libras).  Ultrapassando estas características, estarão sujeitos à disponibilidade de espaço (Condicional/stand by bag).​

  • Todos os equipamentos e seus elementos devem estar devidamente protegidos para a viagem.

  • Para o equipamento de mergulho, as lâmpadas de alta intensidade submarina serão aceitas unicamente se o componente que gerar calor à bateria for embalado separadamente. Todas as baterias que foram extraídas devem estar protegidas contra curto-circuitos. De igual forma, os tanques devem ir vazios.




Equipamentos esportivos com taxa adicional
  • São os equipamentos que têm um custo extra para seu transporte em voos internacionais.

  • Ao interior da Colômbia e Peru (exceto em conexões internacionais) se permite a combinação de uma peça de bagagem e uma bolsa com peso máximo de 23 quilos (50 libras) sem cobrança. Se ultrapassar o peso permitido, aplicam-se as taxas por excesso de bagagem ou peça extra, conforme for o caso.



Composto de kite (pipa), barra de controle e arnês, e wakeboards.


​Pode despachar a primeira bolsa (pagando a taxa respectiva) como parte de sua bagagem e levar um máximo de três pranchas dentro de uma mesma bolsa por Passageiro, com um peso máximo de 32 quilos (70 libras) e com até 3.7 metros (12 pés) de comprimento*.


​Consta de uma vela, um arnês e a estrutura metálica que sustenta a vela. Permite-se uma asa por capa, com um máximo de 32 quilos (70 libras) e 5 metros de comprimento. O transporte deste tipo de equipamento poderá ser realizado unicamente em voos domésticos ao interior da Colômbia, exceto nos voos operados em Fokker 50.

*Em voos domésticos no Equador será ​cobrada uma taxa de USD 50​ mais impostos que forem válidos.

Desde e para América do Norte  

Aplica-se uma taxa de USD 125**, exceto de Miami a San José da Costa Rica ou de San José da Costa Rica a Miami, caso em que se aplica uma cobrança de USD 100**. 


Desde e para o Brasil​

Aplica-se uma taxa de USD 50** pela primeira bolsa. Da segunda bolsa em diante, aplica-se a cobrança por peça extra de USD 125**, com um peso máximo de 32 quilos (70 libras).


Para os demais destinos internacionais se cobrarão USD 100**.


Taxas para pranchas de surfe e kitesurf em voos com linhas aéreas regionais

  • Permite-se um máximo de uma prancha por Passageiro, a qual deve ter menos de 2 metros.
  • Em voos operados por aviões Cessna Caravan, a prancha deverá ser transportada fora de sua bolsa.
  • Em voos operados por aviões Embraer 190 podem levar pranchas de surfe com um máximo de 1,8 metros de comprimento. 
  • Em voos operados por avioes ATR, permite-se uma só prancha por bolsa. 
  • Deve-se pagar um custo de USD 30** no aeroporto doméstico (de acordo com  al  o destino: Honduras, Costa Rica e/ou Guatemala).

​​**Mais impostos que forem validos.​


​Restrições

  • Não se aceitam embalagens danificadas ou que não resistam à manipulação dos elementos esportivos. Da mesma forma, equipamento esportivo danificado.

  • Os equipamentos esportivos cuja soma de suas três dimensões meçam mais de 230 centímetros (90 polegadas) ou pesem mais de 45 quilos (100 libras) somente poderão ser transportados por nosso serviço de carga, sujeitos às políticas vigentes.

  • Se o elemento esportivo for registrado como peça adicional à bagagem livre permitida, será aplicada uma cobrança por peça extra e ficará registrada como sujeito à disponibilidade de espaço (Condicional/stand by bag)​


 
​​​