Para navegar en esta Marquesina, encontrará un boton de play y pausa para reproducir o pausar las notificaciones, además encontrará dos indicadores de flecha próxima noticia y noticia anterior
Marquesina Expandida
icono-noti
de

Voos para Cali

Colombia

Pesquisar voos

Voos para Cali

Panorámica del Cerro de Cristo Rey

No ocidente colombiano, entre o Pacífico e Los Andes, está a cidade rainha da salsa. Salseiros como Óscar d’León, Richie Ray, Ray Barreto e orquestras como Guayacán, a Mamba Negra ou Fruko y sus Tesos se inspiraram em suas ruas - La Quinta, el Parque de los Poetas – e até na frescura de seu clima.

Bailarines de salsa de Cali

A influência da salsa é tal em Cali, que o grupo Niche lhe dedicou várias de suas canções. A mais conhecida, Cali Pachanguero, composta por Jairo Varela em 1984, toca nos 249 bairros desta cidade de 2.445.281 habitantes: nos seus bares e discotecas. E todo mês de dezembro, no evento que reúne 30 escolas de dança profissional e cerca de 600 mil espectadores: a Feira de Cali.

Cali Apertura de Deporte

Mas Cali não soa somente a Salsa e nas suas ruas não só se dança: se preparam medalhistas olímpicos como María Isabel Urrutia, Óscar Figueroa ou Jackeline Rentería e se celebram eventos esportivos de categoria mundial como os VI Jogos Pan-Americanos em 1971 ou os IX Jogos Mundiais de 2013.

Cerro de Cali

Também é uma cidade de cinema. Deu origem a centenas de produções desde 1922 e a diretores renomados como Luis Ospina o Carlos Mayolo. Já dizia o escritor Andrés Caicedo em uma de suas cartas enviadas ao seu amigo, irmão, Ospina: "Eu não pude assistir cinema com a mesma intensidade que em Cali". Porque para ele, Cali era isso: cinema, salsa, liberdade.

Voos para Cali

Rota de Cali para principiantes

Conhecer a cidade da Salsa significa encontrar-se com a dança, cor e boa comida. Portanto, antes de fazer uma rota temática, aqui estão cinco planos para os que visitam pela primeira vez a capital do Valle del Cauca.

Assistir ao Delírio 

Bailarines de salsa de Cali

Baile frenético, cujo ritmo e intensidade jamais se detem: Delírio é um dos espetáculos de salsa mais reconhecidos na Colômbia. Seus shows são contundentes: nos seus primeiros dez anos, realizaram 350 apresentações em 19 países para um total de 400.000 espectadores.

Escutar rock em Martyn’s

Cali Rock Martyns

Fundado em 1983, por John Martyn Smith, galês amante da tequila, que ensinou a várias gerações de caleños o valor dos Beatles e os Rolling Stones, conserva a estética de um pub britânico. Nunca passou sem ser notado. Em 1992 atendeu a David Gilmour, o guitarrista da banda britânica Pink Floyd, depois de um concerto no estádio Pascual Guerrero.

Ir ao Museu Jairo Varela

Cali Museo Jairo Varela

Foi criado em honra a um dos grandes representantes da salsa, fundador e diretor do grupo Niche, lembrado por canções como Sin sentimiento, Busca por dentro, Gotas de lluvia, Una aventura o Cali pachanguero. Neste lugar estão guardados os tesouros dos principais exponentes salseiros do mundo, como Célia Cruz e Oscar D'León.

Caminhar no Bulevar do Rio

Bulevard del Rio de Cali

Este espaço de 780 metros quadrados, inaugurado em 2013, recebe diariamente umas 6.000 pessoas. Do mesmo jeito, recebeu, em 2014, um reconhecimento da Sociedade Colombiana de Arquitetos como o melhor desenho urbano do país, durante a XXIV Bienal Colombiana de Arquitetura.

Rota dos parques

O escritor mexicano Élmer Mendoza escreveu: “Os parques são os olhos com os quais as grandes cidades veem o mundo”. Se isso é verdade, Cali (com 2.450.998 metros quadrados de parques públicos) é uma grande sentinela.

Parque dos Poetas

Parque de los poetas en Cali

Pequena pracinha que homenageia a grandes nomes da literatura vallecaucana. Entre eles, Jorge Isaacs, Carlos Villafañe, Octavio Gamboa, Ricardo Nieto e Antonio Llanos, escritores que marcaram a história da região. Perto é possível saborear um café acompanhado de um pandebono (pãozinho recheado de queijo, feito com farinha de milho e amido de mandioca) ou de um muffin na padaria Panaletto.

El Gato del río y sus novias

Parque del gato en Cali

Na beira do rio Cali se encontram as esculturas de O Gato e suas namoradas. Uns 20 felinos de cores intensas e diversas posturas que transformaram o lugar em um museu ao ar livre. ‘O gato’ é obra de Hernando Tejada e ‘suas namoradas’ foram elaboradas por diversos escultores como Ómar Rayo, Diego Pombo, Ángela Villegas e Lorena Espitia.

Parque del Perro

Cali Parque del Perro

No centro do parque se encontra a estátua de Teddy, um cachorro que foi envenenado. Seus donos, contam os caleños, construíram o monumento pelo carinho que lhe tiveram. Em seus arredores podem-se comer pratos típicos caleños em La Comitiva ou o cardápio asiático do Sushi Green.

Parque Panamericano

Parque panamericano en Cali

Também conhecido como Parque das Bandeiras, é um dos parques mais populares de Cali. Aos domingos pode-se aproveitar para provar nas barracas de frutas a lulada (bebida com a polpa do lulo, gelo picado e açúcar), o cholado (salada de frutas com gelo raspado e leite condensado) ou o champús (uma bebida a base milho, rapadura e alguma fruta como o abacaxi ou o lulo).

Ecoparque de las Garzas

Lago en el Parque de las Garzas en Cali

Está situado ao sul de Cali, em um corredor ambiental conhecido como el Bajo Pance. Em um recorrido a pé ou de bicicleta, é possível admirar aves como o martim-pescador, o pica-pau, patos e, como diz seu nome, garças. É preciso levar repelente para pernilongos.

Rota da salsa

A história de amor entre Cali e a salsa se remonta há cinco décadas, quando Richie Ray e Bobby Cruz tocaram aí pela primeira vez. Se antes se escutava timidamente nos bairros populares, depois de 1968 o espírito salseiro se apoderou da cidade.

Hoje os lugares de peregrinação obrigatória para seus fanáticos são a avenida sexta e a rua quinta. Mas não são os únicos.

La Matraca

Bar la Matraca en Cali

Este é um lugar pioneiro do gênero. Há 54 anos se escuta salsa e tango aí. Os seus clientes mais antigos vão todos os finais de semana com roupas de lantejoulas e sapatos de baile.

MalaMaña

Vista de bar en Cali, Mala maña

O que era um porão abandonado há alguns anos é local de festa. A proposta é simples: querem que a gente dance salsa brava, ou seja, a que não toca no rádio e cujo tempo parecesse ‘romper’ a velocidade do som. É também um esforço por reviver a festa no centro de Cali.

La Topa Tolondra

Cali Topa Tolondra

Começou como uma casa pequena e hoje é uma das maiores discotecas da rua quinta. Sua pista nunca está vazia e os casais exibem seus melhores passos. Às quartas-feiras, a festa está precedida por um cinema fórum e às quintas-feiras há shows de música ao vivo.

Punto Baré

Cali Punto Bare

Sua especialidade são os espetáculos ao vivo e o seu Big Band empolga as noites, sob a direção do músico Jaime Henao, que colaborou com artistas, como o Grupo Niche. O melhor dia para visitá-lo é quarta-feira, quando se realiza a maior festa de toda a semana.

Tin Tin Deo

Vista de uno de los bares importantes en Cali, Tintindeo

Sua decoração, suas mesas e seu espírito são da Cali dos anos setenta. De suas paredes pendem os retratos de lendas da salsa como Héctor Lavoe, Cheo Feliciano e Célia Cruz. Mas seu atrativo também está no baile, pois as escolas de salsa visitam com frequência a discoteca com seus passos acrobáticos.

Caliwood: rota pelo cine

O primeiro filme que foi produzido na Colômbia teve Cali como locação: Maria, em 1922. Desde então a cidade tem sido cenário da evolução do cinema no país. Pela experimentação dos gêneros cinematográficos e a proliferação de diretores, a cidade foi batizada de ‘Caliwood’, e estas são algumas de suas paradas mais representativas.

Unidade Esportiva Alberto Galindo 

Cali Alberto Galindo

Este complexo foi construído em 1971 para os VI Jogos Pan-Americanos. Os diretores Luis Ospina e Carlos Mayolo filmaram Oiga, vea, um documentário sobre Cali, à sombra desse evento. Hoje o filme é um clássico do cinema nacional.

Museo Caliwood

Visita al Museo Caliwood en Cali

Está dedicado ao mito caleño do cinema e à produção cinematográfica da Colômbia. Conta com 200 projetores antigos, 100 câmeras de vídeo vintage, 220 cartazes originais de filmes e outras relíquias da indústria. Suas visitas guiadas podem ser em espanhol e em inglês.

Casa Merced

Cali Casa Merced

Situada na frente da igreja com o mesmo nome, a casa serviu de cenário para a primeira parte do filme Carne de tua carne (1983) do diretor caleño Carlos Mayolo. O filme é uma raridade do cinema nacional pelos seus temas e um dos exemplos mais claros do que se chamou ‘gótico tropical’.

Teatro Jorge Isaacs

Teatro Jorge Isaacs en Cali

Construído há 86 anos, nele se estreou o primeiro filme a cores da Colômbia. Em 1984 foi restaurado e declarado monumento nacional por sua arquitetura neoclássica de inspiração francesa, seu legado histórico e sua caixa acústica de 33 metros que é a segunda mais alta da América Latina, depois da do Teatro Colón de Buenos Aires.

A Estação do Trem de Cali

Cali Estacion de Tren

O primeiro filme a cores produzido na Colômbia foi A grande obsessão: um thriller psicológico de uma mulher que procura encontrar um lugar na sociedade. O trem e este lugar têm um grande papel no filme: a estação e uma das primeiras locações que a protagonista olha quando chega à cidade; o seu maior sonho e o começo das suas desgraças. Além disso, a construção foi nomeada monumento nacional em 1994.

Voos para Cali

Restaurantes 

La Comitiva

Restaurante la Comitiva en Cali

Especialidade: Comida de mar / tradicional colombiana.

É uma casa do começo do século XX do típico bairro San Fernando Viejo, onde se encontra sabores nativos e ingredientes de pequenos produtores da região do Pacífico colombiano. “Nossos peixes, lulas e mariscos provêm da população de Charambirá, no departamento do Chocó, e são capturados com anzóis, não com métodos agressivos com o meio-ambiente”, diz Juan Carlos Quintero, seu chef executivo.

Em seu cardápio se encontra a ‘cazuela de mariscos con salsa de sofritos del Pacífico’ (cebola, tomates, pimentões e leite de coco) e o ‘arroz atollado’. “Apesar de ser comida tradicional, vemos o Pacífico como uma região global: assim, aprendemos das especiarias do Vietnam ou Tailândia para aplicá-las às nossas receitas”, agrega Quintero.

 Domingo Mercado de Vereda

Vista interna de restaurante Domingo Mercado

Especialidade: Comida saudável.

O cardápio, como diz sua chef Catalina Valencia, não responde somente aos gostos dos clientes, mas também aos ciclos de produção agrícola. Procura ser responsável com o meio-ambiente e aproveita cada parte de seus ingredientes. Assim, seus pratos mudam durante todo o ano: “se a terra não está oferecendo algo, então não o utilizamos e nos adaptamos. Há agricultores que nos trazem feijão ou gergelim cada três, quatro  meses e então os usamos em nossas receitas”, diz Catalina.

Um dos poucos pratos permanentes é o ‘cordero de cocción lenta’, servido em seu suco em um molho cru de limão fermentado um ano com batata asada. Este restaurante busca impulsar o artesão culinário: aquele que com suas mãos, desde a semente, planta, cuida, cultiva e vende os seus produtos.

Pratos típicos

Pandebono

Pan de Bono comida típica de Cali

Massa feita com farinha de milho, amido de mandioca, queijo e ovo. É encontrada com facilidade na grande maioria das padarias da cidade. Em alguns casos é recheada de bocadillo (manjar de goiaba).

Sancocho

Sancocho, comida típica Cali

Cozimento tradicional da zona do Valle, a base e de banana e tem uma combinação de carnes de frango, de boi ou porco. No sul da cidade, é preferida a galinha criolla e o uso de ervas como o culatro cimarrón. Às vezes pode levar batata.

Empanadas vallunas

Massa de farinha de milho, recheada com batata e carne desfiada.

Uma cozinheira

Cali Vicky Acosta

Vicky Acosta

Reconhecida em várias ocasiões como a melhor chef de Cali (restaurante Platillos Voladores). É uma das pessoas que mais tem se esforçado por construir a cena gastronômica na ‘Sultana del Valle’. Sua oferta culinária se aprofunda nos sabores da região do Valle del Cauca, mas lhes dá uma interpretação baseada na sua experiência como chef e uma visão mais global da cozinha.

Uma receita

Aborrajados

Aborrajados, comida típica de Cali

A doçura da banana da terra madura, misturada com o queijo e a goiabada, faz dele uma iguaria local. Este prato icônico do Valle del Cauca tem aproximadamente um século de tradição

Para 4 porções

Ingredientes: 

  • 2 bananas da terra bem maduras.
  • Óleo vegetal.
  • 4 colheres de farinha de trigo.
  • 2 colheres de açúcar.
  • 2 colheres de leite.
  • 2 ovos.
  • 4 fatias grossas de queijo mozarela.
  • Sal.

Preparação: 

  1. Descasque as bananas da terra e corte-as em 8 pedaços do mesmo tamanho.
  2. Esquente o óleo no fogo alto e frite durante 3 minutos os pedaços de banana.
  3. Misture a farinha, o açúcar e o sal. Acrescente o ovo aos poucos e o leite até formar uma pasta suave e homogênea. Cubra com plástico e reserve.
  4. Aplane os pedaços de banana da terra e coloque uma fatia de queijo sobre a metade deles. Cubra com outra porção de banana para formar uma espécie de sanduiche.
  5. Mergulhe cada uma das misturas de farinha e frite-as durante um minuto ou até que estiverem douradas e crocantes por fora.
  6. Passe-os por papel de cozinha para retirar o excesso de gordura e sirva-os.

Voos para Cali

Voos para Cali

Para onde viaja?

swap_horiz

Quando viaja?

Hoje
Dias de promoção
Dia selecionado
Hoje
Dias de promoção
Dia selecionado
Hoje
Dias de promoção
Dia selecionado
Hoje
Dias de promoção
Dia selecionado

Como pretende viajar?

Adultos
Igual ou maiores de 12 anos
Diminuir o número de passageiros Adultos
1
Aumentar o número de passageiros Adultos
Crianças
2 - 11 anos
Diminuir o número de passageiros Crianças
0
Aumentar o número de passageiros Crianças
Bebês
Menores de 2 anos
Diminuir o número de passageiros Bebês
0
Aumentar o número de passageiros Bebês

Para onde viaja?

Quando viaja?

Hoje
Dias de promoção
Dia selecionado
Hoje
Dias de promoção
Dia selecionado

Como pretende viajar?

Adultos
Igual ou maiores de 12 anos
Diminuir o número de passageiros Adultos
1
Aumentar o número de passageiros Adultos
Crianças
2 - 11 anos
Diminuir o número de passageiros Crianças
0
Aumentar o número de passageiros Crianças
Bebês
Menores de 2 anos
Diminuir o número de passageiros Bebês
0
Aumentar o número de passageiros Bebês
swap_horiz
Hoje
Dia selecionado
Hoje
Dia selecionado

Como pretende viajar?

Adultos
Igual ou maiores de 12 anos
Diminuir o número de passageiros Adultos
1
Aumentar o número de passageiros Adultos
Crianças
2 - 11 anos
Diminuir o número de passageiros Crianças
0
Aumentar o número de passageiros Crianças
Bebês
Menores de 2 anos
Diminuir o número de passageiros Bebês
0
Aumentar o número de passageiros Bebês

Dados relevantes

Aeroporto

Aeroporto internacional Alfonso Bonilla Aragón, fica a 15 quilômetros do centro da cidade.

Língua

Espanhol.

Moeda

Peso colombiano (COP).

Temperatura média

28°C (82°F)

Transporte

Ônibus (Sistema MIO): das 5h às 23h. *Quando chegar a Cali verifique os horários porque podem mudar conforme o dia. Preço: $2.000 (US$ 0,62) por passagem. Taxis: tarifa mínima: $4.700 (US$ 1,46).

Hotel

Hotel de 3 estrelas: $120.000 (US$ 37,52) por pessoa. Hotel de 5 estrelas: $300.000 (US$ 93,80) por pessoa.