Hernán Rincón

Presidente Executivo

Hernán Rincón atua como CEO de Avianca Holdings desde abril de 2016. Sob a sua liderança, a companhia aérea redirecionou sua organização e recursos para a experiência do cliente e embarcou em um caminho para a transformação digital do negócio como um todo. Os lucros iniciais dessa transformação incluem: Carla, a primeira bot da América Latina para ajudar os clientes em suas viagens através do Facebook; o redesenho e relançamento do site da Avianca e seu aplicativo móvel; a instalação de tablets nas cabines de comando da frota de aviões; e o próximo lançamento de Wi-Fi nas aeronaves da Avianca.

Na mesma linha, o Sr. Rincón lançou uma nova estratégia corporativa que prioriza a satisfação geral do cliente, atraindo talento de classe mundial e implantando as últimas tecnologias para melhorar a experiência de viagem. A companhia vem expandindo a sua rede de rotas proativamente, lançando múltiplas rotas e frequências novas, modernizando sua frota, digitalizando processos e fortalecendo a cultura de “segurança e serviço”. Também lidera a melhoria do desempenho operacional e financeiro da Avianca, estabelecendo o melhores recordes da empresa em anos.

Desta maneira, o Sr. Rincón trabalha consistentemente na diversificação das fontes de receita da Avianca Holdings, consolidando outras unidades de negócio complementarias como carga; serviços aeroportuários e de assistência em terra; o operador de correio Deprisa, serviços turísticos, MRO; Duty Free; Treinamento em Simulador de Voo e LifeMiles, seu programa de fidelidade. Hoje em dia, todas estas unidades de negócio representam 22% das receitas gerais da AVH.

2017 foi um ano emblemático em relação a alianças estratégicas e comerciais. O Sr. Rincón liderou as negociações da aliança com a United Airlines, que será uma meta no plano estratégico da Avianca. Ele também dirigiu a potencial fusão com a Avianca Brasil.

Sob a sua gestão, a Avianca foi reconhecida por seu enfoque centrado no cliente, sua excelência operacional e seu compromisso com a inovação. Entre outros reconhecimentos, a Avianca foi escolhida como “A Melhor Companhia Aérea na América do Sul” por SKYTRAX, “Melhor Companhia Aérea na América Latina” por TripAdvisor; “Segunda Melhor Companhia Aérea do Mundo” de acordo com a OCU (Organização de Clientes e Usuários) e foi homenageada pela Airbus com o prêmio de “Melhor Desempenho Operativo da Frota A320” na América.

Antes de atuar como CEO da Avianca, Hernán Rincón trabalhou com a Microsoft por 14 anos, ocupando o cargo de Presidente para a Região da América Latina. Foi responsável pela estratégia a longo prazo de 46 países e territórios na América Latina e no Caribe nos quais a Microsoft tem presença. Como resultado de sua liderança na Microsoft, os negócios da região triplicaram e conseguiu a melhor satisfação do cliente em toda sua história.

Antes da Microsoft, o Sr. Rincón trabalhou na Unisys durante 11 anos, ocupando vários cargos na casa matriz da companhia em Pensilvânia, Estados Unidos, incluindo o de Diretor de Informação Global e Vice-presidente Mundial para a Linha de Negócios de Serviços Financeiros.

Formado na Universidade de Harvard, o Sr. Rincón tem um mestrado da Escola de Governo John F. Kennedy. Recebeu um Master em Ciências em Engenharia Industrial da Universidade de Los Andes e uma Licenciatura em Artes em Matemática e Ciências Informáticas da Universidade Estatal de Nova York, onde se formou em primeiro lugar em sua classe e recebeu o premio Gerson B. Robinson por Excelência em Matemática.

O Sr. Rincón já recebeu vários prêmios, incluindo a Bolsa Hubert H. Humphrey, concedida pelo Presidente dos Estados Unidos e a bolsa Edward S. Mason da Universidade de Harvard.

Hernán Rincón e a sua esposa Elvira García moram na Flórida nos Estados Unidos. Levantaram fundos para fundações e organizações sem ânimo de lucro, incluindo Trust for the Americas (OAS) e a Brain Tumor Research Foundation. O Sr. Rincón é também um ávido leitor, interessado na tecnologia digital, na astronomia, na linguística e na biologia evolutiva do cérebro.